Skip to main content
Agriculture and rural development

Continente americano

Panorâmica do comércio de produtos agrícolas entre a UE e os países do continente americano, incluindo os acordos comerciais e as estatísticas do comércio agroalimentar.

Estados Unidos

Os Estados Unidos são um dos principais parceiros da União Europeia no âmbito do comércio de produtos agrícolas.

Em fevereiro de 2019, foram concluídas as negociações com os EUA sobre a revisão e a atualização do memorando de entendimento entre os dois parceiros sobre as importações de carne de bovino de alta qualidade.

Os Estados Unidos constituem um importante destino de vários produtos da UE de elevado valor, nomeadamente:

  • vinhos e bebidas espirituosas
  • cerveja
  • chocolate
  • queijos
  • azeite
  • preparações de frutos e produtos hortícolas

A UE é também um mercado fundamental para uma série de mercadorias importantes dos EUA, nomeadamente:

  • frutos secos (amêndoa, noz, pistácio)
  • soja
  • alimentos para animais
  • trigo
  • vinhos e bebidas espirituosas
  • frutos, frutos secos e especiarias

No âmbito das suas relações comerciais com os EUA, as prioridades agroalimentares da UE são, nomeadamente, as seguintes:

  • assegurar maior acesso ao mercado dos EUA para artigos como os produtos lácteos, os produtos transformados à base de carne, os produtos de confeitaria, o chocolate e o azeite
  • garantir o cumprimento de um elevado nível de requisitos sanitários e fitossanitários
  • proteger as indicações geográficas (IG) de produtos importantes da UE

Acordos com os EUA atualmente em vigor

Informações conexas

Comércio UE-EUA

15 OUTUBRO 2019
Agri-food trade statistical factsheet – USA
English
(425.11 KB - PDF)
Descarregar

Canadá

O Canadá é um importante parceiro da UE no âmbito do comércio de produtos agrícolas.

Os produtos agrícolas da UE mais exportados para o Canadá são as bebidas alcoólicas (nomeadamente vinhos, bebidas espirituosas e cerveja). Outros produtos são o chocolate e os produtos de confeitaria, as preparações de cereais e os queijos.

O Canadá é um fornecedor importante de trigo à UE, bem como de soja, de oleaginosas (por exemplo, colza) e de algumas frutas e produtos hortícolas (nomeadamente, feijões, lentilhas e ervilhas).

Em setembro de 2017, o Acordo Económico e Comercial Global (CETA) entre a UE e o Canadá entrou provisoriamente em vigor, mas requer ainda a ratificação por todos os países da UE. O acordo prevê a redução das tarifas aduaneiras e a proteção das IG de um certo número de produtos agroalimentares da UE.

Informações conexas

Acordo CETA

Ficha informativa sobre o CETA e a agricultura

Comércio UE-Canadá

15 OUTUBRO 2019
Agri-food trade statistical factsheet – Canada
English
(400.31 KB - PDF)
Descarregar

México

A balança comercial é ligeiramente favorável à UE no comércio de produtos agrícolas com o México. A UE exporta principalmente bebidas alcoólicas (bebidas espirituosas, licores e vinhos), preparações de cereais, glúten e amido, azeite, fruta tropical, frutos secos e especiarias, entre outros produtos.

Do México, a UE importa cerveja, café, bebidas alcoólicas, sumos de frutos, legumes de vagem e citrinos, entre outros produtos.

Em abril de 2018, a UE e o México chegaram a um «acordo de princípio» sobre a parte relativa ao comércio de um acordo global modernizado entre a UE e o México. O novo acordo visa melhorar o acesso ao mercado dos produtos agrícolas para ambas as partes. O acordo também protege 340 IG da UE e 20 IG mexicanas. Foi acordado um capítulo sanitário e fitossanitário forte, que salvaguarda as normas da UE em matéria de segurança alimentar, bem como de saúde animal e fitossanidade.

Informações conexas

Acordo de princípio UE-México

Acordo UE-México: ficha informativa sobre a agricultura

Comércio UE-México

15 OUTUBRO 2019
Agri-food trade statistical factsheet – Mexico
English
(405.34 KB - PDF)
Descarregar

Países andinos

A UE tem um acordo comercial de âmbito alargado com a Colômbia e o Peru, que tem sido aplicado a título provisório desde 2013. O acordo, ao qual o Equador aderiu em 2017, traz benefícios para o comércio de produtos agroalimentares. Prevê, além disso, o reconhecimento e a proteção de 116 IG da UE e de várias IG da Colômbia, do Equador e do Peru.

No âmbito do comércio de produtos agrícolas entre a UE e os países andinos, a balança comercial é favorável a estes últimos, que fornecem à UE:

  • bananas (sobretudo a Colômbia e o Equador)
  • outros frutos
  • produtos hortícolas
  • café (sobretudo a Colômbia e o Peru)
  • grãos de cacau
  • flores cortadas (sobretudo o Equador e a Colômbia).

As exportações de produtos agroalimentares da UE têm vindo a aumentar desde a aplicação do acordo comercial e são compostas, principalmente, por:

  • preparações alimentícias
  • bebidas espirituosas e licores
  • preparações de produtos hortícolas, de frutas e de frutos secos
  • azeite
  • alimentos para bebé
  • vinhos

Informações conexas

Colômbia-Peru: Acordo comercial

Equador: Acordo comercial

Comércio UE-Comunidade Andina

Estatísticas do comércio agroalimentar

15 OUTUBRO 2019
Agri-food trade statistical factsheet – Bolivia
English
(397.23 KB - PDF)
Descarregar
15 OUTUBRO 2019
Agri-food trade statistical factsheet – Colombia
English
(415.57 KB - PDF)
Descarregar
15 OUTUBRO 2019
Agri-food trade statistical factsheet – Ecuador
English
(400.74 KB - PDF)
Descarregar
15 OUTUBRO 2019
Agri-food trade statistical factsheet – Peru
English
(428.89 KB - PDF)
Descarregar
15 OUTUBRO 2019
Agri-food trade statistical factsheet – Andean community
English
(411.82 KB - PDF)
Descarregar

América Central

Tradicionalmente, o comércio de produtos agrícolas com os seis países da América Central (Panamá, Guatemala, Honduras, Costa Rica, Salvador e Nicarágua) centrou-se nas importações de café e de bananas para a UE.

Em junho de 2012, a UE e a região da América Central assinaram um novo acordo de associação, proporcionando a ambas as partes maior acesso ao mercado para os produtos agrícolas.

O acordo trouxe benefícios para o setor dos vinhos e bebidas espirituosas da UE, bem como para as exportações de produtos lácteos e de carne. O acordo introduziu também o conceito de IG na legislação nacional dos seis países, reforçando a posição dos produtos de qualidade da UE nestes mercados.

Para os países da América Central, o acordo consolidou o regime SPG + (sistema de preferências generalizadas +) de concessões comerciais e acrescentou contingentes pautais para produtos como o açúcar e o rum. As exportações de bananas da região beneficiarão igualmente de uma tarifa aduaneira preferencial gradualmente mais baixa, atingindo um limite de 75 EUR por tonelada em 2020.

Os principais produtos importados pela UE provenientes da América Central são os seguintes:

  • frutos tropicais
  • frutos secos e especiarias
  • café
  • chá
  • óleos de palma e de palmiste
  • produtos hortícolas
  • bolbos, raízes e plantas vivas

Os principais produtos exportados pela UE para a América Central são os seguintes:

  • bebidas espirituosas e licores
  • alimentos para bebé
  • preparações de produtos hortícolas, frutas e frutos secos
  • malte
  • vinhos, vermute, cidra e vinagre

Informações conexas

Comércio UE-América Central

Texto integral e anexos do acordo

Acordo de Associação UE-América Central

Estatísticas do comércio agroalimentar

15 OUTUBRO 2019
Agri-food trade statistical factsheet – Costa Rica
English
(405.62 KB - PDF)
Descarregar
15 OUTUBRO 2019
Agri-food trade statistical factsheet – El Salvador
English
(397.61 KB - PDF)
Descarregar
15 OUTUBRO 2019
Agri-food trade statistical factsheet – Guatemala
English
(410.76 KB - PDF)
Descarregar
15 OUTUBRO 2019
Agri-food trade statistical factsheet – Honduras
English
(415.51 KB - PDF)
Descarregar
15 OUTUBRO 2019
Agri-food trade statistical factsheet – Nicaragua
English
(406.27 KB - PDF)
Descarregar
15 OUTUBRO 2019
Agri-food trade statistical factsheet – Central America
English
(433.6 KB - PDF)
Descarregar

Chile

O Acordo de Associação UE-Chile celebrado em 2002, do qual o acordo de comércio livre faz parte, está atualmente a ser revisto e modernizado.

As relações comerciais UE-Chile são regidas por um acordo de comércio livre (ACL) abrangente, que entrou em vigor em fevereiro de 2003.

O Chile é tradicionalmente um destino de menor importância para as exportações agrícolas da UE, mas um fornecedor significativo de importações de produtos agrícolas para a UE.

O Chile fornece à UE uma grande variedade de produtos, nomeadamente:

  • produtos hortícolas e preparações de produtos hortícolas
  • frutos, nomeadamente uvas, maçãs e peras
  • frutos tropicais, frutos secos e especiarias
  • vinhos
  • vermute, sidra e vinagre
  • frutos secos
  • sumos de frutos

Os principais produtos exportados pela UE para o Chile incluem, nomeadamente, os seguintes:

  • preparações alimentícias
  • preparações de frutos e produtos hortícolas
  • bebidas espirituosas e licores
  • queijos
  • massas alimentícias, produtos de pastelaria, biscoitos e pão
  • alimentos para animais

Informações conexas

Acordo de Comércio Livre

Comércio UE-Chile

Estatísticas do comércio agroalimentar

Países do Mercosul

Os países do Mercosul (o Brasil, a Argentina, o Uruguai, o Paraguai; a Venezuela*) são importantes fornecedores de produtos agrícolas à UE.

As principais categorias de produtos importadas dos países do Mercosul incluem:

  • bagaços oleaginosos
  • soja
  • café
  • chá
  • carne de bovino
  • sumos de frutos

A Argentina é um dos principais fornecedores de carne de bovino e o Brasil um dos mais importantes abastecedores de carne de aves de capoeira, de açúcar (sobretudo açúcar de cana em bruto) e de etanol.

As principais exportações da UE para os países do Mercosul são as seguintes:

  • azeite
  • bebidas espirituosas e licores
  • preparações de produtos hortícolas
  • vinhos e vermute
  • sidra e vinagre

Em 2019, a UE celebrou um acordo de princípio com os quatro países fundadores do Mercosul (a Argentina, o Brasil, o Paraguai e o Uruguai), eliminando tarifas aduaneiras elevadas para os principais produtos de exportação da UE, impedindo a imitação dos produtos alimentares tradicionais da UE e tornando os procedimentos em matéria de segurança dos alimentos mais fáceis de seguir para os exportadores da UE.

* A participação da Venezuela no Mercosul está atualmente suspensa.

Informações conexas

Acordo-quadro inter-regional de cooperação

Informações sobre o comércio UE-Mercosul

Acordo comercial UE-Mercosul: ficha informativa sobre a agricultura

Estatísticas do comércio agroalimentar

15 OUTUBRO 2019
Agri-food trade statistical factsheet – Brazil
English
(382.15 KB - PDF)
Descarregar
15 OUTUBRO 2019
Agri-food trade statistical factsheet – Argentina
English
(408.13 KB - PDF)
Descarregar
15 OUTUBRO 2019
Agri-food trade statistical factsheet – Uruguay
English
(732.84 KB - PDF)
Descarregar
15 OUTUBRO 2019
Agri-food trade statistical factsheet – Paraguay
English
(574.75 KB - PDF)
Descarregar
15 OUTUBRO 2019
Agri-food trade statistical factsheet – Venezuela
English
(368.94 KB - PDF)
Descarregar
15 OUTUBRO 2019
Agri-food trade statistical factsheet – Mercosur
English
(397.6 KB - PDF)
Descarregar

Eventos